Persistência e aprendizagem

É interessante começar algo e estudar sobre durante a execução, em poucos dias percebemos como não sabíamos nada quando começamos e chegamos a questionar porque começamos sabendo tão pouco. Provavelmente o sentimento sempre se repetirá diante de tanta informação disponível hoje em dia. O fato é que entendo muito melhor todo o processo hoje, do que entendia ontem, muito graças a história que explica porque usam suco de abacaxi também para criar o starter, descrita aqui. Comecei a questionar se realmente deveria ter descartado minha primeira tentativa, mas aqui, como com o leite derramado, nada mais a ser feito, descartada está. O processo com água parece ser muito mais lento do que eu imaginava, o que quase me fez procurar um abacaxi ontem, embora provavelmente eu comeria ele todo. Parece também que o mais indicado é pelo menos começar com grãos integrais, seja trigo, centeio ou alguma das outras opções. Escolhi então o trigo integral e comecei mais uma tentativa. O plano é continuar com a bolota submersa também. Criei a nova tentativa seguindo as dicas deste experimento, utilizando água, claro. Quanto a bolota, troquei a água, alimentei com mais um pouco de farinha branca e cobri com água novamente. Antes de alimentá-la ela estava liguenta. Algumas horas depois minha surpresa ao ver que ela estava boiando, ou seja, as bactérias ruins estão fazendo seu trabalho, agora é esperar o meio ficar ácido suficiente para que elas morram e comece a nova fase.

IMG_2707

Hoje pela manhã, aproximadamente 12 horas após alimentar a bolota, ela desmanchou, creio que devido a sua expansão, além de estar com um cheiro ruim, próprio das bactérias que se desenvolvem nessa primeira fase. Ao lado o pote com a tentativa de farinha integral, que não apresentou alterações visíveis. Hoje alimentarei os dois com farinha integral e a bolota não ficará mais submersa. Diminuirei também a quantidade da alimetação, passando para duas colheres de sopa apenas, por dois motivos, primeiro favorecer o aumento da acidez e não criar starters muito volumosos.

IMG_2708

Comprei uma panela de ferro fundido, não é uma dutch oven, que é difícil de encontrar por aqui e tem um preço bem elevado. Espero que o starter esteja bem encaminhado até a chegada dela, quem sabe até o começo do mês teremos a primeira tentativa de pão. Embora outras compras terão que ser feitas até lá, pois percebi que alguns itens são muito mais importantes do que julguei, como termômetros e balança.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s